Mulheres decisoras no mercado imobiliário

por Inteligência DGBZ

Publicado em 06 de Março de 2020

Mulheres decisoras no mercado imobiliário

06 de Março de 2020

#MulheresQueDecidem - É delas a decisão de compras de imóveis

    Já faz tempo que a mulher assumiu o papel de decisora na compra de um imóvel. O que elas procuram, o que valorizam e como percorrem a jornada de compra?

    Há pelo menos 5 anos, em cada 3 pesquisas por imóveis realizadas no Brasil, 2 são realizadas por mulheres. Com idades entre 25 e 54 anos, e não necessariamente casadas, elas são O público a ser levado em conta na comunicação dos empreendimentos. 

    Recém formadas, recém chegadas de outras cidades, recém promovidas ou recém casadas. Parte do ponto de virada das mulheres está o plano de ter o seu próprio espaço também para morar sem precisar, obrigatoriamente, ter que dividi-lo com alguém com quem esteja se relacionando.

    Em São Paulo, por exemplo, segundo matéria divulgada pelo caderno de Economia do Jornal Estadão, as mulheres entre 25 e 34 anos estão buscando apartamentos nas regiões centrais e na Zona Oeste da cidade. Um indício da busca pela localização mais próxima dos seus locais de trabalho e das comodidades que essas regiões proporcionam em termos de serviços e transporte, por exemplo.

    Isso indica a visão 360º que elas têm sobre suas carreiras e o momento de vida. Sua moradia deve servi-la nesse propósito ao passo que outros planos ficam para depois, como a maternidade, por exemplo.